Nº 1452 ano 2022
Data:

Principal Combate à criminalidade


Segurança Pública e Polícia Militar defendem integração entre forças para fortalecer o combate à criminalidade

Instituições intensificarão reuniões de trabalhos técnicos para fortalecer atuação.

Por: Divulgação
Publicada em: 14/01/2022 13h51min
Foto: Divulgação
Reunião entre Segurança Pública e Polícia Militar

Na manhã desta sexta-feira, 14, o secretário de Segurança Pública do Tocantins, Wlademir Costa, recebeu o subchefe do Estado-Maior da Polícia Militar do Tocantins (PM-TO), coronel Marizon Marques, para alinhamento das ações integradas entre as forças policiais no Estado. Durante o encontro, foram debatidas pautas técnicas de trabalho que visam o combate à criminalidade e a eficiência no atendimento à população.

O secretário Wlademir Costa reforçou que a integração das forças policiais é essencial para o trabalho preventivo de combate à criminalidade e para o fortalecimento das ações desempenhadas. “Precisamos intensificar a capacidade de nos antever aos problemas e, juntos, agir mais rápido e com melhor eficiência. O índice de acerto é maior e quem ganha com isso é a população. É importante sempre estarmos abertos para conversar. As forças do Estado, no interior e capital, devem nivelar os conhecimentos e estratégias de trabalho. Juntos vamos quebrar paradigmas e promover mudanças no âmbito da filosofia institucional”, pontuou.

Já o coronel Marques, que esteve representando o Comando da PM, destacou a importância da integração para valorização de todo o sistema de segurança pública do Estado. Segundo ele, os objetivos são os mesmos, o de combate à criminalidade e atendimento à população. “Estou muito feliz com essa oportunidade. Saímos dessa reunião fortalecidos e com um sentimento institucional, uma comunicação desburocratizada. Os gestores precisam estar alinhados, pois isso reflete de ponta a ponta entre as corporações”, destacou.

Ainda durante a reunião, a superintendente de Segurança Integrada da Secretaria de Segurança Pública, Fátima Holanda Ubaldo, elencou diversos fatores positivos que resultam da integração das forças estaduais. “Nosso objetivo é traçar ações e metas para atuação das forças de segurança. Intensificar reuniões entre para debater pautas, operações e diversas situações relativas à segurança no Tocantins”, frisou.

Presenças

A reunião também contou com a participação da chefe do Planejamento Operacional da PM, tenente-coronel Lourdes Cristina; do chefe da Assessoria Militar da SSP-TO, coronel Félix Francisco dos Santos; dos tenentes-coronéis que atuam na Superintendência de Segurança Integrada, Carlos Magno Gomes da Costa e Ricardo Borges Ferrão e do major Gustavo Bolentini, do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).