Nº 1360 ano 2020
Data:

Principal Palmas


Ruraltins dá início ao plantio da primeira Unidade Demonstrativa de arroz

Plantio ocorre na fazenda Trigueiro, com 60 hectares de arroz terras altas cultivar BRS A501 consorciado com o Brachiaria Ruzizienses, com uso da Tecnologia clifield.

Por: Divulgação
Publicada em: 09/01/2020 13h36min
Atualizada em: 09/01/2020 13h37min
Foto: Divulgação

Com a finalidade de difundir a tecnologia do manejo do arroz consorciado ao capim forrageiro para formação e recuperação de pastagem, uma equipe do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) e da Embrapa Arroz e Feijão, e ainda com o apoio de outros parceiros, vai instalar quatro Unidades Demonstrativas (UDs) no Estado. Esta semana a equipe está em Pium, a 124 km da Capital, na Fazenda Trigueira, onde realiza o primeiro plantio.

Além dos 20 hectares de UD, o produtor André Renovato realiza o plantio de mais 40 hectares de arroz terras altas cultivar BRS A501 consorciado com o Brachiaria Ruzizienses, com uso da Tecnologia clifield, visando a recuperação da pastagem.

Com a expectativa de melhorar as condições e ainda minimizar os riscos da produção, o agricultor fala do interesse em ser parceiro do Ruraltins nesta iniciativa. “Já tem um bom tempo que trabalhamos com arroz para abertura de área para o cultivo da soja, e não estávamos conseguindo resultados satisfatórios, e um das grandes dificuldades, aqui do nosso Estado, e de outras localidades também, tem sido a chuva. Nesse gargalo, é que vamos entrar com o plantio de arroz e do capim, que servirá de cobertura do solo e pastagem e, na época do plantio da soja, a garantia de uma boa germinação da soja. A palhada vai melhorar a germinação e manter a umidade, e uma série de outros fatores que vão dar condições para que a gente consiga melhorar a produção e ainda minimizar os riscos”, explica André Renovato.

Para viabilizar esse projeto o produtor e o Ruraltins, órgão executor, contam com as parcerias das empresas: Sementes Grão Fértil, com o fornecimento das sementes de capim para a cobertura de uma área de 70 hectares de plantio; BASF com herbicidas e o tratamento das sementes; e OMNIA Fertilizantes com condicionador de solo e enraizamento estimulante do arroz.

Unidades Demonstrativas

Estas Unidades, além de vitrines agrícolas com a transferência de tecnologia, “visam também criar redes de relacionamento com agropecuaristas, consultores e empresas do ramo, ofertando novos conteúdos sobre manejo, aquisição e comparação com outros cultivares”, explicou o gerente de Agricultura do Ruraltins, Edmilson Rodrigues de Sousa.

As demais propriedades onde serão instaladas as UDs são as fazendas Lagoa dos Patos, em Miracema com 20 hectares; Nossa Senhora Aparecida, em Novo Acordo com 15, e Três Ipês, em Gurupi com mais 15 hectares, somando 70 hectares de Unidades Demonstrativas.

Comentários

Deixe um comentário