Nº 1427 ano 2021
Data:

Geral Reinserção Social


Projeto de leitura fortalece o processo de ressocialização de adolescentes do Ceip

Com doação de parceiros, a ação do do Ceip de Gurupi tem como objetivo incentivar o hábito da leitura como fonte de inspiração e enriquecer o vocabulário.

Por: Divulgação
Publicada em: 21/07/2021 17h13min
Atualizada em: 21/07/2021 17h14min
Foto: Seciju / Governo do Tocantins
O Projeto Leitores da Liberdade fomenta o hábito da leitura entre os adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa

Como parte importante no processo de reinserção social de adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa, custodiados do Centro de Internação Provisório de Gurupi (Ceip Sul), administrado pela Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), participam do Projeto Leitores da Liberdade que fomenta o hábito da leitura, municiando-os de conhecimentos por meio dos livros.

Idealizado pela equipe técnica de psicólogos, pedagogo, assistente social, educador físico e nutricionista da unidade, o foco é despertar nos socioeducandos o hábito pela leitura como fonte de inspiração e incentivar o conhecimento de gêneros literários como histórias em quadrinhos, prosa, poemas, crônicas, estilo jornalístico, carta, romance, novela e ficção, além de estimular o prazer vivenciado pela leitura e o enriquecimento do vocabulário. O projeto é executado por meio de doações de livros oriundos da comunidade, de escolas municipais e estaduais públicas e privadas, de empresários e de instituições.

Café Literário

São realizadas várias ações socioeducativas com os livros durante o ano, a exemplo do Café Literário que aconteceu nos dias 15 e 16 de julho, momento que reuniu servidores e 22 adolescentes para realizar leituras coletivas, fazer empréstimos de livros e organizar o acervo arrecadado. O adolescente T.V.O.J, que ajudou na catalogação dos livros, comentou que é um momento importante para eles. “Com os livros aprendemos mais, melhoramos a leitura e nos entretemos”, falou.   

Já o pedagogo da Seciju e coordenador a frente do Projeto Leitores da Liberdade, Geraldo Silva, agradeceu a participação da sociedade. “Somos gratos pelo sucesso do evento e pelo incentivo de instituições públicas e privadas que estimulam o projeto com doações diversas, como a Diretoria Regional de Educação (DRE) de quem recebemos a mais recente remessa de livros; Supermercado Beira Rio, que contribuiu com o Café Literário; Ordem dos Advogados (OAB) de Gurupi; a professora aposentada, Neuza Rodrigues da Silva Oliveira, entre tantos outros apoiadores”, agradeceu.