Principal Racismo estrutural


Presidente eleito da Câmara de Vereadores de Araguaína usa termo racista para se referir a outro parlamentar

Marcos Duarte disse que Alcivan José é “um negro de alma branca, um negro bom”.

Por: Redação / Primeira Página
Publicada em: 21/06/2022 17h48min
Atualizada em: 21/06/2022 17h49min
Foto: Divulgação
Mesmo após pedido de desculpas, vereador sugeriu que pode continuar usando o termo racista em particular.

Após ser eleito presidente da Câmara de Vereadores de Araguaína, o vereador Marcos Duarte (SD) usou uma frase racista, direcionada ao vereador Alcivan José, durante o seu discurso de agradecimento. Marcos Duarte disse:

"Soldado Alcivan, um dos principais articuladores desta chapa aí. Esse negão aí é um negro de alma branca, um negro bom”.

Alcivan José apoiou o presidente eleito e foi escolhido como primeiro secretário.  Um dia após o discurso polêmico, Alcivan usou a tribuna da câmara municipal para se posicionar contra a fala do presidente eleito.

"Ontem foi um dia festivo e com muito orgulho fui eleito novamente como primeiro secretário da mesa diretora, mas infelizmente o episódio lamentável roubou a cena. Falo das palavras com as quais o nobre amigo vereador Marcos Duarte se dirigiu à minha pessoa, que mesmo em tom amistoso, se caracterizou como uma prática preconceituosa”, disse.

 

Divulgação; Alcivan Rodrigues

 

Ao se posicionar, o vereador disse que esse tipo de ação não pode ser banalizado. “A naturalização dessas ações, hábitos, situações, falas e pensamentos infelizmente fazem parte do nosso cotidiano que promovem direta ou indiretamente o preconceito racial", afirmou.

O vereador também disse que a fala de Marcus Duarte é fruto do chamado racismo estrutural, que incorpora elementos preconceituosos no dia a dia, em diversas situações da nossa sociedade.

"A alma de uma pessoa e o seu caráter não tem cor. Por isso, nobre amigo Marcos Duarte, esclareço que não vi maldade em suas palavras, mas talvez desconhecimento de sua parte do que seja o racismo estrutural", pontuou.

 

Pediu desculpas, mas não aprendeu

 

Na mesma sessão, o vereador Marcos Duarte se manifestou e disse que o “branco” a que ele se referia estava ligado à pureza da alma do parlamentar.

Marcos Duarte também reafirmou que é contra qualquer tipo de homofobia e racismo e pediu desculpas a quem se sentiu ofendido.

Apesar do pedido de desculpas e de ouvir o posicionamento do vereador Alcivan, Marcos Duarte não descartou a possibilidade de continuar usando o termo racista

“Em particular, posso continuar chamando o Alcivan de, né…Mas ele é um amigo pessoal, sabe disso, que não teve cunho racista. As pessoas que não tem o que fazer e pegam só uma parte”, disse.