Nº 1406 ano 2021
Data:

Geral Pandemia


Gurupi foi acionada judicialmente por lentidão na vacinação

A maioria das cidades não utilizou sequer 50% das vacinas recebidas até o momento.

Por: Divulgação
Publicada em: 23/02/2021 17h12min
Atualizada em: 01/03/2021 10h39min
Foto: Divulgação
Gurupi aplicou somente 43,23% das vacinas das vacinas recebidas pelo Estado.

O Ministério Público do Tocantins (MPTO), por meio da 6ª Promotoria de Justiça de Gurupi, expediu nesta terça-feira, 22, recomendações aos Municípios de Gurupi, Aliança do Tocantins, Cariri do Tocantins, Dueré e Crixás do Tocantins, a fim de que adotem providências para agilizar o processo de imunização contra a Covid-19, de acordo com o grupo prioritário de cada etapa. A maioria das cidades não utilizou sequer 50% das vacinas recebidas até o momento.

Gurupi aplicou somente 43,23% das vacinas, Aliança do Tocantins 41,58% e Cariri do Tocantins, apenas 36,84%. Os melhores índices de vacinação foram verificados nos Municípios de Crixás do Tocantins e Dueré, com 85,89% e 80,43%, respectivamente.

Outras providências

Na recomendação, o promotor de Justiça Marcelo Lima Nunes orienta ainda que os gestores observem rigorosamente as diretrizes e a ordem de prioridade do público-alvo, para cada etapa definida nos Planos Nacional, Estadual e Municipal de Vacinação, e requereu a divulgação, em aba própria no site do Município, do registro diário de informações relacionadas à vacinação (vacinômetro), como número de doses recebidas, doses aplicadas, cronograma de vacinação, locais e horários de imunização, dentre outras.

Também devem ser adotadas medidas protetivas para evitar a aglomeração de pessoas nos locais de vacinação.

Os municípios acionados têm prazo de 48 horas para apresentar resposta por escrito acerca do atendimento dos termos da recomendação