Nº 1326 ano 2019
Data:

Principal Em Brasília


Secretário de Segurança Pública busca recurso na ordem de R$ 15 milhões

Na reunião com o ministro Moro, o Secretário apresentou o portfólio de investimentos do Tocantins em Segurança Pública.

Por: Divulgação
Publicada em: 05/09/2019 14h14min
Atualizada em: 09/09/2019 15h10min
Foto: Dicom/SSP
O secretário foi recebido em audiência pelo ministro da Justiça Sérgio Moro

Em busca de recursos da ordem de R$ 115 milhões para ações da Segurança Pública, o secretário da Segurança Pública, Cristiano Sampaio cumpre agenda de visitas a parlamentares da bancada tocantinense em Brasília e na manhã desta quinta-feira, 5, foi recebido em audiência pelo ministro da Justiça Sérgio Moro. 

Na reunião com o ministro Moro, o Secretário apresentou o portfólio de investimentos do Tocantins em Segurança Pública e informou que o Estado cumpriu todos os requisitos do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP) para que possa receber recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública. Para tanto, o Tocantins criou o Conselho Estadual de Segurança Pública, a Lei do Fundo Estado de SP, fez a coleta de material do perfil genético, criou a Divisão de Combate à Corrupção (Decor) em conformidade com a portaria ministerial nº 631, e estabeleceu o Plano Estadual de Segurança Pública (PESSE) Acompanharam a visita do secretário Cristiano Sampaio ao ministro Sérgio Moro, o senador Eduardo Gomes e o deputado federal Carlos Gaguim. 

Investimentos

Nessa busca por investimentos, o secretário Cristiano Sampaio cumpre desde ontem, 4, agenda de visitas aos parlamentares da bancada tocantinense. Nessas visitas, o Secretário está apresentando um portfólio de projetos para investimentos na área da segurança, com destaque para o reaparelhamento da Polícia Civil, criação de um centro integrado de comando e controle e sistemas de videomonitoramento e radiocomunicação. 

O portfólio de projetos já foi apresentado à senadora Kátia Abreu e ao senador Eduardo Gomes, como também para os deputados federais Professora Dorinha, Eli Borges, Carlos Gaguim e Vicentinho Júnior. Ainda nesta quinta-feira, o documento será apresentado ao senador Irajá Abreu, deputado federal Thiago Dimas e demais parlamentares.

Comentários

Deixe um comentário