Nº 1323 ano 2019
Data:

Principal Redação


Projeto cria Dia de Conscientização e Enfrentamento à Fibromialgia

Segundo Ayres, o projeto é uma sugestão apresentada pela Associação Brasileira dos Fibromiálgicos – ABRAFIBRO e que ele não poderia deixar de atuar nessa causa.

Por: Redação
Publicada em: 09/07/2019 10h49min
Atualizada em: 10/07/2019 16h46min
Foto: Ilustração
A idade de aparecimento da fibromialgia é geralmente entre os 30 e 60 anos

A Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins aprovou por unanimidade o Projeto de Lei do deputado estadual Ricardo Ayres (PSB) que institui o Dia Estadual de Conscientização e Enfrentamento à Fibromialgia. Segundo o parlamentar é preciso debater essa doença que, infelizmente, ainda não tem cura e aflige milhares de pessoas.

Pela proposta, a data será celebrada no dia 12 de maio de cada ano. Os objetivos do Projeto de Lei são de debater e promover a troca de experiências e informações sobre a doença, entre profissionais, pacientes e sociedade em geral. A proposta aprovada também busca abrir espaço para profissionais ligados à área da saúde apresentarem novos estudos e pesquisas sobre a fibromialgia.

Segundo Ayres, o projeto é uma sugestão apresentada pela Associação Brasileira dos Fibromiálgicos – ABRAFIBRO e que ele não poderia deixar de atuar nessa causa. “Um maior debate e informações ajudam a melhorar a qualidade de vida dos portadores da doença. Precisamos realizar essas ações aqui no Tocantins”, explicou. O Projeto de Lei aprovado agora aguarda a sanção do governador.

A doença

Fibromialgia é uma síndrome na qual a pessoa sente dores por todo o corpo durante longos períodos, com sensibilidade nas articulações, nos músculos, nos tendões e em outros tecidos moles. Junto com a dor, a fibromialgia também causa fadiga, distúrbios do sono, dores de cabeça, depressão e ansiedade. A maioria dos pacientes com fibromialgia são mulheres. Não se sabe a razão porque isto acontece, não parecendo haver qualquer relação com os hormônios, pois a fibromialgia afeta as mulheres tanto antes, quanto depois da menopausa.

Segundo informações divulgadas pelo Hospital Sírio Libanez, a fibromialgia (FM) atinge de 2 a 10% da população mundial, sendo predominante entre mulheres jovens e de meia idade (20 a 50 anos), em uma proporção de sete mulheres para cada homem, mas pode acometer pessoas de qualquer idade ou gênero. A idade de aparecimento da fibromialgia é geralmente entre os 30 e 60 anos, porém, existem casos em pessoas mais velhas e também em crianças e adolescentes.

As causas da fibromialgia ainda são desconhecidas, mas existem vários fatores que estão frequentemente associados a esta síndrome, como genética, infecções por vírus, distúrbio do sono, trauma físico, entre outros.

Comentários

Deixe um comentário