Nº 1331 ano 2019
Data:

Principal Cultura


Prefeitura de Palmas cancelou show de humorista por considerar conteúdo "pejorativo e depreciativo"

Com ingressos esgotados e próximo da realização do evento, a produção do humorista Leo Lins informou nas redes sociais que foi surpreendida com o cancelamento.

Por: Rafael Miranda/Redação
Publicada em: 10/07/2019 19h10min
Atualizada em: 12/07/2019 14h12min
Foto: Divulgação
O humorista já passou por situações semelhantes em outras ocasiões, além de Palmas, Léo Lins já teve seu show cancelado em outras 20 cidades.

A prefeitura de Palmas cancelou a apresentação do humorista Leo Lins, que estava marcada para ocorrer na sexta-feira, 12, no Theatro Fernanda Montenegro. Em nota, o Executivo informou que a finalidade de romper o contrato do show ocorreu em “respeito a sua gente, uma vez que, sob o subterfúgio de fazer rir, o humorista ofende Palmas e sua população.

Com ingressos esgotados e próximo da realização do evento, a produção do humorista Leo Lins informou nas redes sociais que foi surpreendida com o cancelamento. Segundo a produção, a prefeitura de Palmas considerou o show como "pejorativo e depreciativo" por causa de um teaser publicado por Léo onde o faz piada com algumas autoridades no Estado, entre elas o governador Mauro Carlesse e a prefeita Cinthia Ribeiro.

O humorista já passou por situações semelhantes em outras ocasiões, além de Palmas, Léo Lins já teve seu show cancelado em outras 20 cidades.

Nota

Confira a nota na íntegra da Prefeitura de Palmas

“A Prefeitura de Palmas por meio da Fundação Cultural de Palmas (FCP), esclarece que a rescisão do contrato com o humorista Léo Lins, para a apresentação do show de stand up comedy no Theatro Fernanda Montenegro tem por finalidade o respeito a sua gente, uma vez que, sob o subterfúgio de fazer rir, o humorista ofende Palmas e sua população. 

Palmas é formada por homens e mulheres que saíram de todos os lugares do Brasil em busca de um sonho, e que fizeram essa terra ser o que é. Temos orgulho de ser parte dessa gente simples, ordeira, aguerrida e forjada na luta, e ninguém vai nos diminuir com piadas e sarcasmo preconceituosos que buscam desqualificar os habitantes, a cultura e condições naturais da nossa cidade.

A Fundação Cultural de Palmas prima pelo respeito, a promoção, o fomento e a diversidade cultural. Entretanto, considera intolerável qualquer manifestação que denote discriminação, seja ela de sexo, etnia, religião ou partido político.

Desta forma considera não ser aceitável a realização de um evento como o ‘Bullying Arte’ em um espaço público. Trata-se aqui defesa legítima de valores fundamentais para o exercício da urbanidade e respeito à história e memória de toda a população palmense.”

 

Comentários

Deixe um comentário