Nº 1305 ano 2019
Data:

Principal Funcionários fantasmas


Polícia Civil deflagra operação Catarse em Paraíso do Tocantins

Desta vez a operação investiga o histórico funcional de uma servidora da Secretaria de Estado da Saúde e também lotada na Prefeitura Municipal de Paraíso do Tocantins, a 60 quilômetros de Palmas.

Por: Divulgação
Publicada em: 20/12/2018 15h55min
Atualizada em: 14/01/2019 15h18min
Foto: Divulgação
De acordo com o delegado, no mandado de busca e apreensão foram recolhidos documentos, computadores e telefones celulares

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da Delegacia Regional de Paraíso e da  2ª Delegacia de Polícia de Paraíso do Tocantins, deflagrou nesta quinta-feira, 20, mais uma fase da Operação Catarse. Desta vez a operação investiga o histórico funcional de uma servidora da Secretaria de Estado da Saúde e também lotada na Prefeitura Municipal de Paraíso do Tocantins, a 60 quilômetros de Palmas.

De acordo com o delegado José Lucas Melo da Silva, a servidora, concursada em 2010 na Secretaria da Saúde com carga horária de 40 horas, também seria concursada na Prefeitura Municipal de Paraíso, além de possuir outras três empresas de estética na cidade. “Não só a carga horária dela no Estado quanto no município eram incompatíveis muito menos com as empresas onde ela divulgava procedimentos estéticos nas redes sociais”, afirmou.

Ainda de acordo com o delegado, no mandado de busca e apreensão foram recolhidos documentos, computadores e telefones celulares. “Ela será ouvida nesta tarde. Posteriormente faremos as análises dos materiais recolhidos e vamos encaminhar à equipe responsável pela operação para saber se existe uma inter-relação entre ela e os demais investigados”, afirmou. 

Comentários

Deixe um comentário

Palmas - Tocantins