Nº 1323 ano 2019
Data:

Principal Para Empresários


Governador Carlesse afirma que reforma fomentará o desenvolvimento do Estado

Após as apresentações dos secretários da Administração, Edson Cabral; e da Fazenda e Planejamento, Sandro Henrique Armando; os empresários fizeram uma avaliação da reforma administrativa.

Por: Divulgação
Publicada em: 07/02/2019 14h58min
Atualizada em: 11/02/2019 15h06min
Foto: Tharson Lopes
A reunião faz parte de uma série que já está sendo realizada a diversos organismos da sociedade organizada

Representantes de entidades empresariais participaram no início da noite desta quarta-feira, 6, na sala de reuniões do Palácio Araguaia, da apresentação da reforma administrativa implantada pelo Governo do Estado no último dia 1º.

A reunião faz parte de uma série que já está sendo realizada a diversos organismos da sociedade organizada, visando informar sobre as mudanças que estão sendo implantadas e também esclarecer dúvidas acerca da iniciativa do Governo em alcançar o equilíbrio das contas públicas.

Em sua participação na reunião, o governador Mauro Carlesse disse que a reforma administrativa vai transformar o Tocantins em um Estado indutor de desenvolvimento e gerador de empregos. “Queremos fazer do Tocantins um Estado seguro para receber investidores. Por isso estamos fazendo o dever de casa, que é reduzir despesas, pagar em dia os nossos servidores e fornecedores. Com o Estado equilibrado vamos recuperar a capacidade de investimento para fomentar o desenvolvimento. Não é o Estado que tem que ser o maior empregador, mas tem que fomentar a geração de empregos na iniciativa privada”, disse o Governador.

Após as apresentações dos secretários da Administração, Edson Cabral; e da Fazenda e Planejamento, Sandro Henrique Armando; os empresários fizeram uma avaliação da reforma administrativa. “Vejo com muito bons olhos essa medida. Mostra que o Governo está com os pés no chão, pois essa iniciativa dará o folego que o Governo precisa para voltar a crescer”, avaliou Cleber Junior, do Sincodive (Sindicato das Concessionárias e Distribuidores de Veículos).

“O Governo está no caminho certo. Algumas medidas podem até serem impopulares, mas para fazer o Estado mais forte e indutor do desenvolvimento, não é possível que tenhamos uma folha de pagamento superior a R$ 300 milhões. Estamos aqui para dar total apoio a essas medidas do Governo”, afirmou Emilson Vieira, representante da Fieto (Federação das Indústrias do Estado do Tocantins).

“Eu nunca tinha visto um trabalho tão bem feito. E é bom que tenhamos acesso às informações corretas, pois muita gente distorce as coisas e confunde as pessoas. Mas o Governo está de parabéns e conte conosco”, afirmou Fabiano do Vale, ex-presidente da Acipa (Associação Comercial e Industrial de Palmas).

Ao final da reunião, a equipe do Governo foi convidada a realizar essa apresentação aos filiados de cada entidade e o convite foi prontamente aceito.

Presentes

Estavam presentes representantes das seguintes entidades:  Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Tocantins); Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas); Adati (Associação dos Distribuidores Atacadistas); Acipa (Associação Comercial e Industrial de Palmas); Abav (Associação Brasileira das Agências de Viagens); Fieto (Federação das Industrias do Estado do Tocantins);  Femicro (Federação das Microempresas, Empresas de Pequeno Porte e Empreendedor Individual do Tocantins); Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes); Sincodive (Sindicato das Concessionárias e Distribuidores de Veículos); Faet (Federação da Agricultura e Pecuária); CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) , ABIH (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis).  

Comentários

Deixe um comentário